Portfólio: para que serve, como e onde fazer

Recentemente atualizei meu portfólio usando a ferramenta Genial.ly  (que aliás tenho usado bastante na produção de conteúdos para e-learning) e algumas pessoas me procuraram querendo saber como e onde fazer um, para que ele serve exatamente, se qualquer pessoa pode ter o seu… Essas perguntas me inspiraram a escrever este post.

Primeiro, vamos esclarecer o que é um portfólio. 

Diferentemente do currículo, onde você se apresenta e ajuda a empresa a conhecer seu perfil profissional, o portfólio é uma amostra de trabalhos/projetos que você já realizou. É muito comum, por exemplo, pedir o portfólio de um fotógrafo para conhecer algumas fotos que ele já tirou; ou de um jornalista para ver a coleção de textos que ele já escreveu; ou de um designer para ficar por dentro das artes que já criou.

Para que serve?

O portfólio reforça as habilidades, as competências, as qualificações e as experiências de um profissional, servindo para atrair clientes, fechar negócios, candidatar-se a empregos e até para fins acadêmicos. A propósito, é muito comum pedir para os alunos criarem um portfólio demonstrando os aprendizados que tiveram ao longo do curso/disciplina/módulo.

Como fazer?

Organize bem as informações que estarão no seu portfólio. Para isso, defina um objetivo para ele (arranjar um emprego; atrair clientes ou parceiros estratégicos…), assim você conseguirá escolher os principais trabalhos ou projetos a partir desse objetivo. Não vai registrar tudo como se fosse um diário de bordo. Lembre-se de que o portfólio é apenas uma amostra e mesmo que nunca tenha trabalhado na área ou seja um recém-formado, você pode criar um portfólio com os principais trabalhos da faculdade, projetos pessoais, algum serviço feito para conhecidos, mesmo que não tenha cobrado por ele. É importante, também, se apresentar e aqui vale usar a criatividade para contar um pouco sobre você, incluindo uma foto sua bem bacana! No mais, aposte na simplicidade (menos e mais!), no bom texto (seja claro, objetivo e escreva corretamente) e na facilidade de leitura e de navegação (escolha fontes adequadas, crie categorias na página principal, pense na experiência do usuário, sempre!).

Onde fazer?

Existem várias plataformas on-line que ajudam na produção de um portfólio. Como comentei anteriormente, eu usei a Genial.ly por estar bem familiarizada com ela. A versão gratuita disponibiliza bastante recursos, incluindo templates que você pode adaptar para criar o seu material, porém, vai aparecer a logo da ferramenta. Dependendo do objetivo do seu portfólio, isso não interfere tanto.

A Cargo Collective é outra plataforma muito utilizada na criação de portfólios e tem a vantagem de ser simples e funcional. Você pode escolher entre os vários templates que a plataforma disponibiliza já na versão gratuita e pode até customizar algumas coisas. Mas, para tornar a sua página pública e obter mais recursos, é preciso escolher um dos planos pagos que a plataforma oferece.

Já a Behance é a plataforma da Adobe preferida dos profissionais das áreas de comunicação, design, artes, publicidade e audiovisual. Sua interface é bem intuitiva e os sites criados são responsivos, adaptando-se às telas de smartphones e tablets. Pode ser acessada gratuitamente por quem têm uma conta ativa da Adobe.

No Canva você também consegue criar um portfólio bacana, fazendo bom uso dos recursos da plataforma.

Tem muitas outras ferramentas disponíveis e cabe a você escolher a que tem mais familiaridade para criar um material atrativo. Já vi portfólios maravilhosos criados no bom e velho PowerPoint!

Agora é com você!

Se você já tem seu portfólio, compartilha aqui nos comentários.

Se ficou empolgado em criar um, comece o quanto antes! E quando estiver pronto, mostre aqui também…


Foto: Anete Lūsiņa on Unsplash

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.