Seis filmes para discutir os efeitos das mudanças climáticas

Discussões sobre mudanças climáticas vem ganhando cada vez mais espaço nos últimos anos.  E não é para menos: conforme aponta o último relatório do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas da ONU (IPCC), o planeta já está 1,1°C mais quente e o aquecimento de 1,5°C já pode ser atingido na próxima década. No Brasil, se esse aumento continuar, as mortes por calor terão um crescimento de 3% até 2050 e de 8% até 2090. Enchentes serão cada vez mais frequentes e intensas, visto que a previsão é de que a população afetada por esse fenômeno triplicará até o final do século, com destaque para Estados da Região Norte.

Esses são apenas alguns dos inúmeros problemas que a Terra enfrentará por conta das mudanças climáticas. Algumas dessas prováveis consequências podem ser vistas em obras cinematográficas, que são importantíssimas para a conscientização da população em relação à preservação do meio ambiente.

Confira uma seleção de filmes, feita por educadores, que podem ensinar crianças de todas as idades sobre os efeitos das mudanças climáticas.

WALL·E (2008) 
Faixa etária: Livre. Onde assistir: Disney+

O filme aborda uma realidade em que os seres humanos poluíram a Terra com gases tóxicos e a transformaram em um grande “lixão”, tendo assim que deixá-la para viver em uma nave. “O plano inicial era passar apenas alguns anos na nave, enquanto robôs limpavam o planeta. WALL·E é o último restante e seu trabalho é compactar o lixo restante da Terra. O filme levanta discussões como a preservação do meio ambiente, consumismo e globalização”, explica o professor de Ciências do Colégio Positivo – Boa Vista e do Água Verde, em Curitiba (PR), João Carlos Fontana.

 

O Dia Depois de Amanhã (2004)
Faixa etária: Livre. Onde assistir: Star+

Este longa-metragem que conta a história de um climatologista, Jack Hall, que levanta questões ambientais que podem ser ameaçadoras para a humanidade, mas não é levado a sério pelos responsáveis da ONU. “Sua pesquisa finalmente torna-se relevante quando uma tempestade devastadora se inicia, causando inúmeras catástrofes naturais no mundo todo. Com isso, Jack viaja a pé da Filadélfia a Nova York para tentar salvar seu filho Sam, que está preso com amigos na cidade de destino. O longa pode até exagerar nas consequências dos efeitos climáticos e ser criticado por ambientalistas, mas é um importante alerta de onde a humanidade pode chegar caso não cuidemos do hoje”, destaca Fontana.

 

 

Nosso Planeta (2019)
Faixa etária: 10 anos. Onde assistir: Netflix

Série documental gravada no Reino Unido que traz imagens das belezas naturais da Terra, com foco em como as ações humanas no meio ambiente impactam os animais e seus habitats. “As intervenções causadas pelos seres humanos no planeta têm efeitos que podem ser devastadores para todos os seres vivos, seja a fauna, a flora ou a própria humanidade. Esse documentário abre nossos olhos, em belíssimas imagens, para o poder que cada ação humana tem sobre o planeta”, alerta o professor Fontana.

 

 

Lorax: Em busca da trúfula perdida (2012)
Faixa etária: Livre. Onde assistir: Globo Play, Amazon Prime, Telecine e YouTube

Animação baseada em uma cidade onde o metal e o plástico ocuparam o lugar das árvores. “Após uma conversa e instrução de sua avó, o garoto protagonista viaja em busca de explicações de como era o planeta. Chegando ao lugar indicado, o menino encontra um personagem que conta sua história de como conheceu Lorax, o guardião da floresta que protegia a flora e a fauna. Durante a trama, o personagem encontrado pelo garoto conta como derrubou todas as árvores de trúfula para fazer produtos com suas plumas. De forma lúdica, o filme mostra a importância da natureza para a vida humana”, conta Fontana.

 

 

2012 (2009)
Faixa etária: 14 anos Onde assistir:  Paramount+

A indicação da professora de Ciências do Colégio Positivo – Água Verde, Larissa Assis Barony, é uma obra que inicia com o anúncio feito pelo presidente dos Estados Unidos de que o núcleo do planeta irá sobreaquecer e provocar um rearranjo das placas tectônicas. “é um filme emocionante e que mostra a garra de um pai para salvar a sua família antes de o mundo acabar em um dilúvio causado por uma série de terremotos e tsunamis por todo o mundo. Pegue a pipoca e as almofadas e assista esse filme apocalíptico que nos faz pensar na importância de cuidar do planeta para a nossa e as próximas gerações”.

 

 

Uma Verdade Inconveniente (2006)
Faixa etária:
Livre. Onde assistir: YouTube, Google Play Filmes e Apple TV

A professora de Ciências do Colégio Positivo – Jardim Ambiental, Flávia Amend, aconselha assistir o documentário que mostra o ex-candidato à presidência dos EUA, Al Gore, realizando um circuito de palestras para chamar atenção da população e dos políticos sobre os perigos do aquecimento global. “Gore apresenta os mitos e erros em torno do assunto e também possíveis saídas para que o planeta não passe por uma catástrofe climática. No documentário, ele intercala momentos da sua própria trajetória com a tentativa desesperada de acionar os políticos sobre os efeitos destrutivos do aquecimento global ao meio ambiente”.

 


 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.