O papel do Designer Instrucional na Inclusão e Diversidade

No último dia 14 de outubro participei da Aula Aberta #57, um projeto muito bem orquestrado pela Soani Vargas. Na ocasião, conversamos sobre o papel do DI na inclusão e diversidade, um tema atual e necessário. Afinal, o Designer Instrucional tem uma responsabilidade muito significativa em ajudar as empresas e instituições de ensino a se tornarem mais inclusivas, propondo soluções de desenvolvimento e experiências de aprendizagem que sejam acessíveis e considerem as diferenças.

Vale registrar que o tema da Aula Aberta #57 foi inspirado na série de Lives Lugar de Fala ;-]

Ao atuar de forma estratégica e consultiva, o profissional de DI precisa contemplar questões relacionadas à diversidade. Na prática, isso requer empatia, escuta ativa e um olhar atencioso para o Levantamento das Necessidades de Treinamento ou de Aprendizagem (LNT ou LNA), considerando o fato de que cada pessoa tem necessidades diferentes de aprendizado, especialmente aquelas com algum tipo de deficiência física, auditiva, visual ou cognitiva. A partir dessas considerações, se faz necessário sair do “piloto automático” e tornar-se o que chamo de “agente da inclusão”, expandindo as possibilidades para todos os envolvidos.

Não é fácil abandonar o “piloto automático”. Desde que me comprometi a ser uma DI inclusiva, tive alguns retrabalhos e, até mesmo, mais trabalho. É um aprendizado contínuo que exige pesquisa, escuta, colocar o treinamento/curso/solução para “rodar” e analisar os resultados, ajustar, melhorar, melhorar, melhorar… o tempo todo. Porém, o que já posso concluir dessa experiência é:

Só não faz inclusão, hoje, quem não quer.

As ferramentas para proporcionar experiências inclusivas de aprendizagem estão aí. Algumas gratuitas, outras não. Tem para todos os orçamentos. Como DI estratégico devemos apontar o caminho, sugerir soluções adequadas, incentivar a inclusão, estimular a representatividade, porque TODOS ganham com isso.

Durante a Aula Aberta #57 eu e a Soani apresentamos algumas dessas ferramentas que compartilho a seguir.

Antes, vale uma observação: se você ainda não assistiu à aula, faça isso logo, porque em breve ela sai do YouTube e fica apenas para quem é membro da Comunidade DI em Ação.


FERRAMENTAS

Deficiência auditiva:

Deficiência visual e motora:

Escrita inclusiva:

Banco de imagens:

Outros:


 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.