Juliana Campos | Como o big data pode ajudar sua IES

Juliana Campos traz mais uma contribuição para o CoBlog. Dessa vez, ela conta como os recursos do big data, associados ao Design de Interação, podem ajudar sua Instituição de Ensino Superior (IES). Confira:

Big data pode ser definido como um grande volume de informações importantes que precisam de um sistema capaz de interpretá-las. Com uma ferramenta digital, é possível encontrar dados específicos, organizá-los, relacioná-los entre si e analisá-los para que sejam úteis ao profissional em questão. Tudo que exige busca em meio a grande quantidade de informação armazenada pode fazer uso de big data. Veja como utilizar melhor esse recurso em favor da sua IES:

    • Busca ativa: Mostra os interessados que navegam nos espaços do site e da plataforma de ensino. Com isso, é possível conhecer suas necessidades apenas pelo comportamento virtual.
    • Gestão acadêmica: Mostra todo desenvolvimento do aluno ao longo do curso, auxiliando na gestão e na tomada de decisão.

Os dois tópicos estão diretamente ligados ao Design de Interação (UX + BIG DATA). Quando associados, os resultados são estes:

    • Aumento da procura externa.
    • Satisfação dos clientes internos e externos.
    • Definição do perfil do seu público.
    • Fidelização dos clientes (alunos, docentes, gestores, coordenadores, parceiros).
    • Redução de abandono dos cursos (evasão).
    • Aumento da receita.
    • Reconhecimento do mercado (Competitividade).
    • Estabilidade.
    • Melhoria no conceito MEC/INEP.
    • Sucesso.

Juliana Campos é Enfermeira especializada em Cardiologia e em Gestão Hospitalar, Mestre em Educação em Ciências da Saúde, Design Instrucional e Facilitadora em Oficinas de Simulação Realística. Atua como orientadora de trabalhos acadêmicos, professora e conteudista. É idealizadora do projeto Gestão Inovadora de Educação em Saúde (GIES) que consiste em iniciativas voltadas para a qualidade no ensino permanente em Saúde.


Crédito da foto: https://pixabay.com/

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.